Read more


Neverquest: o vírus criado para atacar qualquer banco de qualquer país

É assim que é descrito este programa malicioso, segundo definição dos próprios criadores. A ameaça já está ativa há alguns meses e terá como principal alvo um fundo de investimento. O Neverquest já protagonizou vários milhares de tentativas de infeção de computadores com o objetivo de roubar os dados de acesso à banca online dos internautas. Segundo a empresa de segurança Kaspersky a nova ameaça está a aproveitar-se de falhas que existem em browsers e em sistemas de segurança para se espalhar. O vírus usa várias técnicas para conseguir roubar os utilizadores, como injeção de código malicioso, criação de "vias" para acesso remoto e técnicas de engenharia social, onde os utilizadores são enganados através de esquemas que usam o nome das redes sociais ou se espalham nestas plataformas. O comunicado da Kaspersky adianta que existem 28 páginas online de entidades bancárias da Alemanha, Itália, Turquia e Índia que estão comprometidas e quando acedidades infetam os utilizadores. Não é feita nenhuma referência a vítimas em Portugal, mas segundo a descrição dos criadores o Neverquest tem capacidade para atacar qualquer banco em qualquer país. O TeK já pediu mais informações relativamente a Portugal. De acordo com as informações da Kaspersky o grande alvo do vírus é um fundo de investimento que disponibiliza no seu site uma lista de vários modelos de gestão das finanças pessoais – situação que desperta o interesse nos piratas informáticos. O Internet Explorer e o Firefox são os browser referidos como sendo mais vulneráveis a esta ameaça. Em novembro já terá sido registava atividade em fóruns online onde se falava da compra e venda de bases de dados para aceder a contas bancárias, tudo conseguido através do Neverquest. O analista da empresa de segurança russa, Sergey Golovanov, diz que além do roubo, o trojan também quer protagonismo: “é uma das ameaças cujo objetivo é assumir a liderança que anteriormente detinham programas como o ZEUS e o Carberp” Teksapo

Read more


6 acessórios que tornam o seu smartphone mais inteligente

Nem todas as funcionalidades dos smartphones têm de ser – ou podem ser – baseadas apenas em software ou em aplicações. Alguns acessórios acrescentam capacidades e tornam os telemóveis mais “smart”. Hoje sugerimos-lhe por isso que parta à descoberta de novos gadgets que de algum modo se ligam ao telemóvel (iPhone, Android ou Windows Phone) e ajudam a esticar as suas potencialidades para o mundo físico, acrescentando sensores e outras funcionalidades de interação com a realidade que se podem revelar úteis. Os smartwatches são os que estão agora na moda, permitindo verificar chamadas e mensagens no relógio de pulso e fazendo a ligação a outras aplicações, mas a criatividade inventiva de quem quer explorar o crescimento do mercado não se fica por ai. Um dos bons – excelentes – exemplos passa pela monitorização do batimento cardíaco e de outros factores relacionados com o esforço, seja para ajustar as medições em aplicações relacionadas com a saúde seja com o desporto. Mas prometemos trazer-lhe outros pequenos ajudantes dos smartphones com qualidades insuspeitas… E todos têm uma app associada… Se costuma perder as chaves com frequência, saiba que há uma solução para isso. Aliás, várias, e não passam por comprimidos de memória. O Hone é um projecto mesmo à medida de quem precisa de localizar as chaves, mas tem de ter um iPhone. Financiada através do Kickstarter, a ideia conseguiu ultrapassar o investimento necessário e está agora a entregar os pequenos dispositivos que se ligam ao iPhone através de uma ligação Bluetooth de baixo consumo. A aplicação associada faz o resto da magia, iluminando o dispositivo e fazendo-o vibrar, desde que esteja a uma distância até 45 metros. O custo do aparelho é de 59,95 dólares e funciona na Europa.

No reino dos sensores há muito por onde escolher em acessórios associados a aplicações. O Node é uma delas e depois de ter começado de forma tímida a identificar cores mas que já alargou as funcionalidades a outras áreas, como a identificação de níveis elevados de CO2. Pode ser comprado no site da Variableinc e custa entre 99 e 149 dólares. Está disponível para iOs e Android.
O Sensordrone tem um aspecto menos interessante mas uma gama mais vasta de aplicações. O pequeno dispositivo pode transformar o telemóvel num sensor de monóxido de carbono, num detetor de gás, medidor de luz, termómetro ou estação meteorológica. Pelo menos é o que promete a empresa… O dispositivo custa entre 99 e 199 dólares consoante a aplicação desejada.
Para funções de lazer e desporto há também uma multiplicidade de sensores disponíveis, muitos dos quais exclusivamente para iPhone. Na loja da Apple em Portugal encontra os óculos de neve Oakley airwave que permitem ver chamadas e mensagens de texto recebidas no iPhone através da tecnologia sem fios Bluetooth e da aplicação Oakley Airwave Snow. Os sensores integrados permitem também recorrer a análise de desempenho e localização dos percursos em mapas. O preço é de 649 euros.
Se o desporto favorito é o Golf a alternativa é o GolfSense, um sensor que pode se colocado no pulso e deteta os movimentos realizados durante um jogo ou um treino, permitindo aperfeiçoar o desempenho. O dispositivo usa quatro sensores de movimento para calcular a velocidade, a posição do taco, o ritmo e o percurso da tacada. A informação é mostrada no ecrã do smartphone com a aplicação dedicada, que pode ser descarregada gratuitamente. O GolfSense custa 129,9 euros.
Outro acessório interessante para alargar o campo de atuação do smartphone é o Botiful, um pequeno robots monitorizado que leva a câmara do telemóvel a qualquer lado e pode ser controlado para reconhecer rostos e movimentos. A ligação para a comunicação é feita com o Skype e são válidas também extensões de utilização para além das videochamadas, como a verificação de imagens em espaços reduzidos ou a monitorização de crianças. E para já a ligação faz-se apenas com smartphones Android. O projeto foi também financiado através do Kickstarter mas pode ainda fazer encomendas no site entretanto criado.
Estes são apenas alguns dos pequenos ajudantes de smartphones que se podem encontrar por ai. Pode ficar a conhecê-los melhor na galeria de imagens abaixo e quem sabe transformá-los numa prenda de Natal diferente para quem já tem tudo… Se conhece outros dispositivos interessantes dentro deste género deixe a sua sugestão também na caixa de comentários para que os leitores do TeK possam partir à descoberta de mais gadgets para tornar os seus smartphones mais “smart”. Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico Fátima Caçador

Read more


Brasil multa Telefónica em 4,6 M€ e impõe condições à saída da PT da Vivo

O regulador brasileiro das comunicações aplicou uma multa de 15 milhões de reais à Telefónica e impõe condições à empresa para aceitar a saída da PT do capital da Vivo. A medida regulatória era esperada e confirmou-se. A multa de 15 milhões de reais (qualquer coisa como 4,6 milhões de euros) penaliza a empresa pelas investidas no capital da TIM. Com a saída da PT da Vivo a empresa espanhola passou a controlar a grande maioria do capital da companhia, que é o maior operador móvel do Brasil.

Na altura a empresa assinou com o regulador um acordo onde assumia o compromisso de manter a estrutura de participação em empresas brasileiras do sector como estava à data. As sucessivas tomadas de capital na Telecom Itália comprometem essa situação conclui o regulador brasileiro que aplica a multa e dá a escolher à Telefónica: ou arranja um parceiro para dividir o capital da Vivo ou sai da TIM, passando a participação para um operador que ainda não esteja no Brasil. TIM e Vivo são as duas maiores empresas de telecomunicações do Brasil. A representação da Telefónica na Tim chega por via indireta, através da Telecom Itália e da Telco. Em setembro a operadora espanhola fechou um acordo que a prazo lhe garantirá o controlo da Telecom Itália, por via de um aumento da participação na Telco, que controla 22% da operadora italiana. O regulador brasileiro não admite o negócio e revela-o nas conclusões da análise à saída da Portugal Telecom do capital da Vivo, uma alteração que aprova mas impondo as condições já referidas à Telefónica. De acordo com a decisão, a gestão bipartida da Vivo seria um garante para que não houvesse troca de informação privilegiada entre acionistas da Vivo e da TIM. Com a saída da PT essa barreira terá desaparecido, tem o regulador. A Vivo era detida em partes iguais pela PT e pela Telefónica. Teksapo

Read more


Mumifique os seus websites e páginas preferidas

Na web tudo é efémero, mas se quer imortalizar um determinado conteúdo pode recorrer às técnicas de mumificação do site que hoje lhe sugerimos.

É verdade que há arquivos e que muitas organizações nem se preocupam em apagar conteúdo desactualizado, mas é fácil de perceber que alguns sites e sobretudo páginas web se tornam demasiado efémeras para quem gosta de guardar informação. E para guardar alguma coisa de forma duradoura, nada melhor do que recorrer às técnicas de embalsamento/mumificação egípcias, que já deram boas provas de longevidade. A ideia está a ser aplicada pelo site Mummify, que se propõe fazer uma cópia permanente de qualquer conteúdo online, mantendo-a intocável e à prova de qualquer mudança. Tudo de forma gratuita, mas só para 100 "múmias" por mês.

Read more


Greatest Speech Ever Made

Read more


Samsung Galaxy S III vs HTC One X

Read more


Anda-me ver no Facebook >>>


Mas se quiser continuar a seguir as edições diárias deste blog basta para isso seguir me no Facebook.
Ate breve aqui no Blog ou vemos-nos no Facebook.

Obrigado

Boas leituras :)

Read more

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Rating Posts

Pub

Loading...

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters