Google vai comprar Base das Lajes


A Google e o Governo Português estão em vias de fechar um acordo para a instalação de um centro tecnológico na Base das Lajes. A partir de 2016, a entrada no arquipélago estará restringida a quem tiver telemóveis Android.

A Google está a um passo de comprar a Base das Lajes, na Ilha Terceira, dos Açores. A compra já foi acertada com o Governo da República, faltando apenas a aprovação do Governo Regional do arquipélago, para que o negócio fique fechado. «Sabemos como a Base das Lajes foi importante durante da 2ª Guerra Mundial e a Guerra Fria, e queremos torná-la num posto avançado na guerra contra a Apple», explicou Dimitri Trovadoritch, líder da Google para os Negócios do Atlântico Norte.

A Google pretende instalar um centro tecnológico com servidores de última geração no espaço que ainda é ocupado pelas forças armadas americanas. A pistas de aviação vão manter-se ativas: a Google pretende criar um parque de instrução para drones e uma base de aterragem para naves alienígenas.

O projeto contempla ainda a instalação de chips de rádio no gado autóctone a fim de garantir a cobertura de Internet em 5G (quinta geração de telemóveis) em todas as nove ilhas dos Açores.

Além da cobertura do arquipélago com 5G, a Google prevê dar como contrapartidas um ano de apps grátis no Play para todos os açorianos, incluindo descendentes até à quarta geração e diáspora dispersa pelo Globo.

Ao abrigo do acordo com o governo português, todos os políticos portugueses terão direito a 10 anos de direito ao esquecimento no mais famoso motor de busca do mundo. Estas contrapartidas só serão postas em prática se o governo aceitar uma condição que a Google considera fundamental para o sucesso do acordo: «Quem não tiver um telemóvel ou tablet Android, será impedido de entrar no arquipélago», adiantou Dimitri Trovadoritch, admitindo que o projeto da Google poderá evoluir em breve para a compra total do arquipélago, em troca de vales de desconto de preço na compra de telemóveis e tablets Nexus e contas de Gmail com capacidade de armazenamento reforçada.

EI

Read more


Mapas da Internet dão origem a imagens surpreendentes

O Opte Project começou por ser uma forma de mapear a Internet usando código open source. Com o tempo a estética das imagens acabou por assumir um papel artístico.



site

O projeto de Barrett Lyon pretende obter uma representação fiel da extensão da Internet através de gráficos visuais onde o tráfego IP e os pontos de crescimento são representados com cores.

Inicialmente foram usados vários mecanismos de tracerouting para recolher a rota do tráfego, mas o modelo não funcionou de forma eficiente e evoluiu para um sistema de análise multimodo para garantir uma imagem mais fiel e detalhada.

Mais tarde Barrett Lyon percebeu que deveria basear o trabalho na tabela BGP (Border Gateway Protocol) para recolher o maior número de dados possível, e passou a usar dados do projeto Route Views da Universidade de Oregon.

A componente técnica do Opte Project fica porém ultrapassada quando surgem as imagens captadas pelo sistema, que pouco a pouco foram reconhecidas como representações artísticas e já conquistaram lugar em várias exposições de museus, incluindo o Museu de Arte Moderna (MoMA) em Nova Iorque.

A Galeria abaixo mostra as imagens conseguidas com estes mapas da Internet.

1 de 4
Anterior
Seguinte

Opte Project

A Internet em 2010

Read more


CNPD confirma Lista VIP e denucia acesso excessivo a dados dos contribuintes

A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) confirmou a existência de uma lista VIP. O relatório da CNPD denuncia ainda que existem empresas privadas a acederem de forma excessiva a dados dos contribuintes. 


O relatório da CNPD foi divulgado ontem e inclui os números de contribuintes de Cavaco Silva, Passos Coelho, Paulo Portas e Paulo Núncio. O documento da Comissão revela várias trocas de emails internos na Autoridade Tributária sobre o assunto e confirma que os números de contribuinte destas quatro figuras constavam da chamada Lista VIP.
Por outro lado, a investigação da CNPD sobre a Autoridade Tributária desvenda ainda que esta última não está a fazer o suficiente para proteger os dados dos contribuintes e denuncia que existem claros indícios de ilegalidade na criação da lista. As denúncias da CNPD vão seguir agora para a investigação do Ministério Público, noticia o Expresso.
Por fim, o relatório revela ainda que existem demasiadas empresas e pessoas externas à AT com acesso aos dados. Desta forma, Accenture, Novabase e OpenSoft estão entre as empresas privadas que serão responsáveis por um acesso excessivo a dados contributivos dos cidadãos.
A CNPD explica que existe um universo total superior a «duas mil pessoas» que têm acesso à informação da AT, entre as empresas subcontratadas para manter os sistemas informáticos, os estagiários e alguns tarefeiros. 

EI

Read more


Amazon vai finalmente abrir loja online em Portugal

Depois da aposta em vários mercados europeus, como o espanhol, o francês, o alemão e o italiano, a Amazon vai ter o seu serviço focado nos consumidores portugueses. Jeff Bezos quer dar destaque aos livros de grandes autores nacionais que segue de perto.

Custou, mas vai finalmente acontecer. A Amazon, uma das maiores empresas do mundo na área do comércio eletrónico, já tem todos os pormenores alinhados para lançar a sua loja online em Portugal. Através do endereço Amazon.pt, os consumidores portugueses vão ganhar acesso a milhares de itens que até agora só estavam disponíveis para compra em lojas de outros países.

A informação foi confirmada ao TeK numa resposta por email da Amazon, a propósito de um esclarecimento na sequência do lançamento dos Dash Buttons. Para já esta novidade não vai chegar a Portugal, mas as outras novidades revelaram-se bastante mais interessantes.

No geral a loja portuguesa da Amazon será muito semelhante às que já existem para outros países, mas a tecnológica liderada por Jeff Bezos que dar um grande destaque à literatura.

Os ereaders Kindle vão ser uma das montras e no início estarão disponíveis mais de 15 mil obras de autores portugueses, incluindo os textos publicados por Luís de Camões, Eça de Queiroz, Fernando Pessoa e José Saramago. De acordo com a empresa, este será um tributo à vasta cultura literária portuguesa.

Nome

"Esta semana ainda não houve um dia em que não tivesse lido algumas páginas do novo livro de José Rodrigues dos Santos antes de ir para a cama", declarou o CEO da Amazon.

Jeff Bezos também adiantou que a quase aprovação da cópia privada também contribuiu para a decisão de lançar a Amazon Portugal, mas que o veto do Presidente da República veio estragar os planos. "Agora vamos ter de repensar a nossa estratégia", considerou o executivo da tecnológica.

A Amazon revelou ainda ao TeK que a entrada no mercado português tem como objetivo antecipar-se a outras investidas de gigantes do ecommerce, como a Alibaba, que quer abrir a maior loja dos chineses da Internet em Portugal. Isso e os 5,5 milhões de portugueses passaram por sites de comércio eletrónico em 2014.

O lançamento da Amazon.pt deve acontecer nas próximas semanas e vai seguir o modelo de expansão faseada: primeiro será lançado nos arquipélagos dos Açores e da Madeira, seguindo depois para o Continente.

Jeff Bezos revelou ainda que tem medo que a notícia do lançamento não seja levada a sério, por chegar aos consumidores justamente no dia em que também se celebra, por mero acaso, o Dia dos Enganos.

TeKSapo

Read more


Mesmo sem conta ativa, o Facebook pode saber o que faz na Internet

 

Um novo estudo encontrou evidências de que o Facebook continua a recolher informação dos utilizadores mesmo depois destes removerem a sua conta da rede social.

A investigação terá encontrado provas de que a rede social instala cookies nos computadores dos utilizadores, que lhe permitem seguir toda a sua atividade na rede, independentemente de terem ou não a conta na rede social ativa e mesmo no caso de a apagarem e cortarem o vínculo com o serviço. Quem acede a páginas da rede social abertas, que podem ser vistas mesmo sem um registo, está sujeito ao mesmo tipo de cookies, garantem os investigadores. 

O objetivo é recolher informação com fins publicitários, de forma a permitir que a empresa compile dados sobre os gostos e preferências dos clientes, para lhes poder mostrar anúncios dentro desses parâmetros. 

A confirmarem-se os resultados da pesquisa, que é académica e não tem qualquer motivação legal, garante o The Independent que avança a notícia, esta prática traduz uma violação da legislação europeia. 

A lei na região obriga as empresas a informarem os utilizadores sempre que estão a usar cookies, salvo em algumas situações específicas. Contactado pelo jornal, o Facebook contesta os resultados do estudo. Defende que contém incoerências e estranha que os autores nunca tenham contactado e empresa para comentar ou esclarecer os pressupostos em que se baseia a pesquisa, paga pelo organismo belga da privacidade. 

Também adianta que já teve oportunidade de comentar os resultados apurados quando foi divulgada uma versão preliminar da pesquisa, disponibilizando-se para falar com os autores do estudo e corrigir os pontos que considera errados. Garante que recebeu resposta negativa dos investigadores. O Facebook tem publicado online que recorre a cookies com fins publicitários e garante que deixa ao utilizador a possibilidade de não aceitar o recurso a estas ferramentas. 

~TeKSapo

Read more


Turquia sem eletricidade. Governo não descarta terrorismo

Cerca de metade das províncias da Turquia ficaram sem eletricidade durante a manhã de hoje. Governo turco diz que nenhuma das possíveis causas desta falha está excluída.


A Turquia tem 80 províncias - e 41 dessas províncias ficaram sem eletricidade durante a manhã de hoje. A população turca debate-se com alguma regularidade com falhas de energia, mas desta vez o corte de eletricidade assumiu proporções à escala nacional – e o governo de Ancara não descarta um eventual ataque de terrorismo.
O corte de eletricidade ocorreu às 10h36 locais (7h36 em Portugal continental), tendo afetado de seguida transportes públicos e muitos outros serviços e indústrias que dependem da eletricidade. 
Ao início da tarde, apenas 15% dos consumidores da capital Ancara e de Istambul dispunham de energia, informa a BBC. Entretanto, o fornecimento às cidades de Edirne, Tekirdag, Erzurum e Trabzon terá sido restabelecido. 
Coincidência ou não, a cidade de Van, que é abastecida através do Irão, não foi afetada por este corte – o que ajuda a reforçar a tese de que a falha terá sido causada pelas ligações da rede elétrica à Europa.
«A nossa prioridade é restabelecer o funcionamento da rede elétrica. Este não é um daqueles incidentes frequentes», reiterou Taner Yildiz, ministro da Energia turco, citado pelos meios de comunicação locais. 

 

 EI

Read more


Um "vírus" chamado Zenfone 2

Como é que uma empresa que chega tarde ao mercado dos smartphones consegue afirmar-se e até contornar a questão da saturação que existe em alguns países? Deixando o telemóvel falar por si e deixando que a experiência de utilização contagie os consumidores

Quando o diretor executivo da Asus, Jerry Shen, falava sobre a estratégia da tecnológica para o Zenfone 2 na Europa, descreveu em primeiro lugar aquilo que já se tinha passado noutros países. E o relato fazia lembrar o de um filme de ficção científica no qual há um vírus que se espalha pelo mundo.

China: mil unidades. França: 200 unidades. EUA: 700 unidades. Taiwan: 300 unidades. Rússia: 300 unidades. Países do Sudeste da Ásia: mil unidades. Estes foram os Zenfone dados a utilizadores beta e depois foi só colher o sucesso.

E a estratégia de marketing da Asus funciona justamente como um vírus: colocam o smartphone na mão de alguns opinion makers e esperam simplesmente que a tecnologia do dispositivo fale por si.

Por esta razão a empresa focou-se em três aspetos que para o executivo da tecnológica são cruciais: design, câmara fotográfica e interface de utilizador. Se o telemóvel for bonito, se as fotografias tiveram qualidade e se o software for fluído, então os utilizadores ficam conquistados e esse sentimento positivo vai espalhar-se a outras pessoas, acredita a marca.

Confrontado com a ideia de que em Portugal o mercado dos dispositivos de gama média e das marcas que lutam no ringue "relação qualidade-preço já está populado, Jerry Shen revelou não estar preocupado pois para ele, o novo Zenfone 2 luta diretamente com o melhor dos iPhone e com o melhor dos Galaxy.

1 de 31
Anterior
Seguinte

Apresentação do Asus Zenfone 2 para a Europa



Jerry Shen não tem problemas em admitir que parte da estratégia é inspirada no sucesso e insucesso já experimentado pelos rivais. Por exemplo, a empresa apenas pretende revelar um smartphone por ano - tal como a Apple - e não vários equipamentos que vão desvalorizando à medida que novos modelos vão chegando. Isto porque o objetivo é manter a linha de preço sempre estável.

Mas o alinhamento da Asus para 2015 não é tão simples como à primeira vista pode parecer, isto porque o Zenfone 2 tem na realidade três modelos que não diferenciam de nome entre si - e que pode causar "perigo" na hora de comprar o dispositivo.

O ZE551ML é a versão topo de gama, apresentando um ecrã de 5,5 polegadas Full HD, processador Intel Atom a 2,3Ghz, 4GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno. Vai custar 349 euro.

Um pouco mais abaixo surge a versão ZE550ML com um ecrã de 5,5 polegadas e resolução HD, processador Intel Atom de quatro núcleos a 1,8Ghz, 2GB de RAM e 16GB de armazenamento. O preço será de 249 euros.

Por fim aparece o modelo ZE500CL, o mais modesto, mas também o mais barato: por 179 euros os utilizadores garantem um smartphone com ecrã de cinco polegadas e resolução HD, processador de quatro núcleos a 1,6Ghz, 2GB de RAM e 8GB de armazenamento.

A tecnológica de Taiwan está a atravessar um momento de confiança justamente conseguido graças à aposta feita no mercado dos smartphones. Em apenas um ano o modelo original do Zenfone vendeu dez milhões de unidades, um valor conseguido muito graças aos mercados com economias emergentes, mas não deixa de ser um número significativo tendo em conta a quantidade de marcas, dispositivos e preços que existem disponíveis.

Já em 2015 a Asus ambiciona entrar no top dos 10 maiores vendedores de smartphones do mundo e para o ano, revelou o CEO em conversa com o TeK, a meta é mais ambiciosa: lutar pelo sexto lugar do top de vendas mundiais, o que possivelmente fará com que algumas empresas conhecidas, como a Microsoft, possam ficar "para trás".

Por fim a pergunta inevitável: está a Asus a preparar um Windows Phone, dada a grande tradição que a empresa tem com o sistema operativo ao nível de computadores e híbridos? A resposta não veio num formato tão direto, mas Jerry Shen acabou por passar a ideia de que as pessoas estão neste momento no Android e que até para o iOS, segundo classificado nesta guerra, há uma diferença gigante. Portanto se é para estar, se é para construir e se é para crescer, será com o apoio do software da Google.

Rui da Rocha Ferreira

TeKSapo

Read more


A MENTIRA QUE VIVEMOS, UM DOCUMENTÁRIO QUE VAI DEIXAR-TE A PENSAR.


Expor a verdade sobre o mundo corrupto em que vivemos. O autor, Spencer Cathcart, realizou este pequeno documentário, com o titulo “A mentira que vivemos”, onde questiona a nossa liberdade, o sistema de ensino, as empresas, o dinheiro, o sistema capitalista, o governo dos Estados Unidos, o colapso mundial, o ambiente, as alterações climáticas, os alimentos geneticamente modificados, e nosso tratamento para com os animais… Um vídeo que, concordes ou não, vai fazer-te pensar…

Read more


Grafeno: primeira aplicação comercial pode ser uma lâmpada

Já muito se escreveu sobre as propriedades maravilhosas do grafeno. Agora, esta forma pura de carbono poderá ser usada para criar uma lâmpada mais eficiente do que os atuais LEDs.


Investigadores do National Graphene Institute, no Reino Unido, conseguiram criar lâmpadas usando grafeno. O novo método prevê que o filamento de tungsténio usado habitualmente seja substituido por um filamento em forma de LED e revestido a grafeno, noticia a Popular Science. O utilizador destas lâmpadas vai poder regular a intensidade da luz e os criadores explicam que se trata de uma lâmpada 10% mais eficiente do que os LEDs, devido à sua excelente capacidade de condução.
Esta será a primeira aplicação comercial do grafeno e espera-se que as primeiras lâmpadas cheguem ao mercado ainda este ano, com preços competitivos face às rivais em LEDs.
As propriedades do grafeno tornam este material o ideal para a construção de baterias que se carregam mais rápido e para a criação de ecrãs flexíveis semelhantes ao e-paper. No entanto, ainda é bastante dispendioso produzi-lo em grandes quantidades.
 
 
EI

Read more


Projeto português vai conjugar várias tecnologias para aumentar autonomia dos invisuais

O INESC TEC está a desenvolver uma plataforma com a ACAPO para melhorar o reconhecimento de conteúdos digitais e objetos reais. Leitura automática de textos e interpretação de objetos em 3D fazem parte dos objetivos.

O projeto CE4Blind (Context Extraction for the blind using computer vision) está a ser desenvolvido por João Barroso, investigador do INESC TEC e docente na UTAD, e conta com a colaboração da Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) na integração de várias soluções que pretendem aumentar a autonomia e a inclusão de invisuais ou pessoas com visão reduzida.

Tecnologias para dispositivos móveis e pequenas câmaras, como o Project Tango, o SmartEyeglass, ou smartphones com aplicações personalizadas vão fazer parte da solução que vai ser desenvolvida, permitindo a leitura automática de textos digitais mas estendendo o seu alcance também ao mundo físico, onde entram livros, revistas ou jornais.

A plataforma vai estar disponível para computadores mas também para equipamentos móveis, segundo explica o INESC TEC, dando seguimento a uma linha de investigação que o instituto está a desenvolver desde 2008 e que procura também maior ligação à realidade empresarial através da colaboração com a Universidade do Texas em Austin (UT Austin).

Nos planos do INESC TEC está também a interpretação de dados tridimensionais (3D) de objetos estáticos e em movimento, “traduzindo” para interfaces hápticas e objetos táteis os modelos do mundo real, aumentando assim a perceção da realidade para quem não consegue utilizar a visão.

Entre os projetos já desenvolvidos nesta área pelo INESC TEC contam-se o SmartVision, para orientação no espaço e alerta inteligente de obstáculos e pontos de interesse. Este teve continuidade através do Blavigator, que recorria a uma bengala eletrónica e uma aplicação que recebia informação geográfica através do telemóvel.

A própria bengala tem uma antena que recolhe dados de identificadores que podem ser colocados na rua ou nos edifícios, fornecendo pistas aos utilizadores.



TEKSapo

Read more


Dyson apresenta ventoinha sem pás e com purificador

A Dyson escolheu a poluída Pequim para apresentar uma ventoinha inovadora: sem pás e com um filtro HEPA capaz de purificar o ar. 


A Pure Cool (AM11) é um ventoinha em forma de torre e destaca-se por não ter qualquer pá e ter um filtro HEPA na base. Este filtro é capaz de eliminar até 99,95% de partículas com até 0,1 microns de dimensão. O objetivo é que a ventoinha refresque e purifique o ambiente, eliminando vírus, bactérias e pólenes.
Por agora, a empresa só comercializou 450 protótipos e afirma que o filtro pode ser usado durante 4382 horas, ou seja, seis meses, em modo contínuo. Se só se usar a ventoinha durante 12 horas, então o filtro poderá durar até um ano, sem ter de ser substituido, explica o Engadget.
Este modelo vai estar à venda em Hong Kong a partir de maio, por um preço a rondar os 720 dólares.
 
 
EI

Read more


Caneta que vibra ajuda doentes com Parkinson a escrever

Estudantes da universidade de Londres criaram uma caneta que visa combater a micrografia, uma das sequelas da doença de Parkinson.

A micrografia caracteriza-se pelo facto da caligrafia do doente ir ficando cada vez mais pequena até chegar ao ponto em que deixa de ser legível.

A caneta desenvolvida pela equipa liderada por Lucy Jung impede que tal venha a acontecer, uma vez que estimula os músculos através da vibração, dando aos utilizadores maior controlo sobre as suas mãos, revela o Engadget. Além disso, a sua dimensão considerável torna-a mais confortável de segurar para os doentes com Parkinson do que as canetas normais.

Curiosamente, a ideia original dos estudantes britânicos era precisamente a contrária: queriam criar uma caneta vibratória que permitisse às pessoas que não sofressem de Parkinson experimentar as dificuldades que os pacientes com esta doença sentem quando tentam escrever. No final, a equipa acabou por descobrir que a vibração ajuda estes doentes a ter uma caligrafia maior e mais legível.

O objetivo futuro de Lucy Jung e dos companheiros é aplicar este princípio a outros utensílios, como pincéis para maquilhagem e ratos para computadores.

Veja mais detalhes neste vídeo.

EI

Read more


Festivais de música proíbem utilização de Selfie sticks

 

Os extensores usados para tirar fotos com telemóveis e câmaras de vídeo foram já proibidos em dois festivais internacionais e a tendência pode alargar-se.

Telemóveis e câmaras de vídeo sim, mas apenas com o suporte tradicional das mãos. Dois festivais de música nos Estados Unidos já adicionaram à informação sobre as regras dos festivaleiros a proibição das selfie sticks, combatendo uma "praga" de cabos extensores para captura de fotos que tem vindo a aumentar exponencialmente. 

O festival Coachella, na Califórnia, e o Lollapalooza, em Chicago, podem estar a criar jurisprudência nesta área ao indicar aos participantes a nova regra, colocando no site a proibição das selfie sticks, também designadas por Narsisstics. 

Os organizadores do Coachella, que tem início a 10 de abril, explicam que os extensores são incómodos e potencialmente perigosos, justificando a proibição. 

Também os promotores do festival Lollapalooza colocou na secção de FAQ que os sticks e monopodes estão na lista dos materiais proibidos. 

Tudo indica que estes são os primeiros festivais a proibir a utilização destes dispositivos nos Estados Unidos, embora em Inglaterra já outros eventos tenham imposto regras semelhantes. 

TEKSapo

Read more


Formigas e borboletas robot completam família de animais biónicos da Festo

A empresa alemã tem vindo a trabalhar na área da biónica desde os anos 90 e alargou agora a família de animais robóticos,

Raias, pinguins e cangurus já faziam parte da família biónica da empresa de automação que adicionou agora duas novas criaturas mais pequenas, conseguidas com a ajuda de impressão 3D. 

As BionicANTS e eMotionButterflies tiram partido de características dos animais na natureza e replicam algumas especificações em criaturas robóticas, que vão estar em exposição na feira de Hannover na próxima semana. 
1 de 13
Anterior
Seguinte

BionicANTS



As formigas receberam o nome de BionicANTS e as várias peças dos pequenos robots foram produzidas em impressoras 3D e "coladas" com laser. Cada formiga tem 12,5 centímetros e pesa cerca de 28 gramas. 

Para além de serem esteticamente impressionantes, as formigas foram programadas para funcionar em grupo, como acontece na natureza, colaborando na realização de trabalhos, analisando e estudando os objetos com câmaras de vídeo colocadas na cabeça e movimentando-se através de energia gerada pelos sensores piezoelétricos. 

As borboletas, que receberam o nome de eMotionButterflies, foram construídas com materiais ultra leves para conseguir mais autonomia de voo e são orientadas com sensores GPS e com a ajuda de câmaras de infravermelhos, que permitem voar em bando sem atropelos nem acidentes. 

A aplicação prática da tecnologia pode ser feita em vários tipos de sistemas industriais onde a coordenação de equipamentos tem de decorrer sem falhas. 

Nos vídeos abaixo pode conhecer melhor o projeto BionicANTS e eMotionButterflies. 

TeKSapo

Read more


Formula 1 para super fãs no ecrã do telemóvel

A aplicação oficial da Formula 1 promete dar aos fãs da mobilidade tudo o que querem saber sobre o tema e mais alguma coisinha.


1 de 5
Anterior
Seguinte

App para F1



Notícias, vídeos e informação em tempo real sobre as corridas são alguns dos conteúdos que vai poder encontrar na aplicação, que faz o acompanhamento não só das provas, mas também das equipas em competição e das novidades relacionadas com os pilotos. 

A aplicação, que foi atualizada há dias, também serve para manter os fãs a par dos resultados das provas durante ou depois das corridas, consultar o calendário para 2015 ou ter acesso a resumos das competições. 

O download da app é gratuito, mas quem estiver disposto a investir na subscrição mensal ou num passe anual pode aumentar exponencialmente o volume de conteúdos e ter quase tantos dados como os membros das equipas em prova.

Análise de curvas, acesso à transmissão de rádio das equipas, cronometragem oficial em direto ou mapas 3D interativos com velocidades são alguns dos extras na versão paga. 

A app está disponível para iOS e para Android. 
TeKSapo

Read more

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Websites

Ads

Pesquisar neste blogue

A carregar...

Share It

Ads

Loading...

Real-time Earth and Moon phase

Blog Archive

Ads

Rating Posts

Ads

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters