O lado negro e ilegal d'Os Óscares


A Irdeto, uma empresa especializada em análise de pirataria, levou a cabo um estudo para avaliar a relação entre o número de downloads ilegais e as nomeações mais relevantes do mundo do cinema. As conclusões são óbvias.

Para além ser uma grande honra para todos os vencedores (e vencidos), as edições anuais d'Os Óscares são uma excelente montra publicitária para todos os filmes envolvidos. Contudo - e na Internet tudo tem um lado negativo, este é também um grande chamariz à prática de pirataria, como mostra o mais recente estudo da Irdeto. Alguns filmes chegaram a ver aumentados em 1.000% o valor dos downloads ilegais.

O estudo levado a cabo pela empresa do ramo da televisão, e abordado pela BBC, demonstra que há uma relação direta entre Os Óscares e a pirataria praticada à volta dos filmes nomeados. A análise consistiu em registar o número de downloads através do software BitTorrent na semana antes e depois de serem conhecidas as nomeações finais.

Apontado para as categorias de Melhor Fotografia e Melhor Ator (com Bradley Cooper), o filme American Sniper foi o grande "vencedor" da lista, ao registar quase 1,4 milhões de downloads: um aumento de 230% em relação ao valor na semana anterior ao anúncio por parte da Academia.

Os filmes Birdman e Still Alice também registaram aumentos na ordem dos 200%, com 796 mil e 108 mil downloads, respetivamente. O filme que conseguiu um maior aumento em termos percentuais foi Selma, nomeado também para Melhor Fotografia, que somava pouco mais de 13 mil downloads na semana anterior à nomeação - esse número aumentou em 1.033%.

A Teoria do Tudo, Boyhood e Foxcatcher são outros títulos relevantes que também figuram no estudo da Irdeto. Já o filme Interstellar, nomeado para cinco categorias, não aparece na lista, mas isso deve-se ao facto de o número de downloads ilegais não ter sofrido um aumento considerável. Na semana após a nomeação, o filme foi descarregado 14 milhões de vezes, um número consistente com o da semana anterior. 

TeKsapo


0 Comentarios to "O lado negro e ilegal d'Os Óscares"

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Pesquisar neste blogue

Blog Archive

Rating Posts

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters