Sete câmaras de ação que desafiam as GoPro

Seja na ergonomia ou na qualidade dos vídeos, existem vários fabricantes que tentam desafiar as GoPro como equipamento de eleição na hora de filmar desportos radicais ou tarefas mais agressivas. Conheça as alternativas.

As GoPro são as câmaras de ação de referência. Usadas por milhões de pessoas em todo o mundo, a popularidade dos equipamentos está a estender-se muito além dos desportos radicais ou de experiências de investigação.

É cada vez mais comum ver turistas e pessoas a usarem estas pequenas câmaras como equipamento principal para gravar as férias ou um simples passeio. A isto junta-se uma grande panóplia de acessórios, como os selfie sticks, mas sobre este tema falaremos numa futura ocasião.

E a popularidade de um equipamento não encerra aí o mercado. Pelo contrário, cria oportunidades para outras empresas explorarem a nova disposição dos consumidores relativamente a uma categoria de produto. As GoPro vieram sem dúvida alguma dar mais dinâmica ao mercado das câmaras de ação, mas existem mais nomes a ter em conta.

As câmaras de ação já existem há alguns anos e tecnológicas como a Garmin, a Sony ou a Toshiba têm apresentado propostas de valor neste segmento. Diversidade no mercado é bom para os consumidores e consumidores informados fazem melhores compras.

O TeK mostra-lhe aqui algumas câmaras que são alternativas às GoPro. Enquanto certos modelos tentam lutar ao nível das especificações técnicas e na qualidade do vídeo, noutros casos a ergonomia e a resistência acabam por ser fatores de destaque.
1 de 14
Anterior
Seguinte

Rollei ActionCam 7s

Permite gravação em Ultra HD, a resolução das fotografias pode ir até aos 16 megapíxeis e vem com modos de gravação em Super Slow Motion (120fps) e também em time lapse. A ligação Wi-Fi com dispositivos móveis fica garantida num raio de 40 metros.



Numa altura em que as câmaras de ação parecem estar a atingir os limites - tanto ao nível dos preços baixos como ao nível de capacidade tecnológica -, qual será o futuro deste segmento? A resposta está nos drones.

Cada vez mais empresas vendem drones com câmaras integradas como se fossem um único equipamento. A própria GoPro pode em 2015 entrar no mercado dos drones ao lançar um equipamento de voo com as suas máquinas integradas de origem.

Apesar de a evolução do mercado apontar neste sentido, ainda estão por definir os limites legais da utilização dos drones e atualmente, em Portugal, o Instituto Nacional de Aviação Civil parece inclinado a considerar que um drone com câmara é um produto com fins comerciais - o que sujeitará os utilizadores a regras mais apertadas. Nada está certo, mas fica o reparo.

Até lá, boas filmagens. 
TeKSapo


0 Comentarios to "Sete câmaras de ação que desafiam as GoPro"

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Pesquisar neste blogue

Blog Archive

Rating Posts

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters