Grafeno: primeira aplicação comercial pode ser uma lâmpada

Já muito se escreveu sobre as propriedades maravilhosas do grafeno. Agora, esta forma pura de carbono poderá ser usada para criar uma lâmpada mais eficiente do que os atuais LEDs.


Investigadores do National Graphene Institute, no Reino Unido, conseguiram criar lâmpadas usando grafeno. O novo método prevê que o filamento de tungsténio usado habitualmente seja substituido por um filamento em forma de LED e revestido a grafeno, noticia a Popular Science. O utilizador destas lâmpadas vai poder regular a intensidade da luz e os criadores explicam que se trata de uma lâmpada 10% mais eficiente do que os LEDs, devido à sua excelente capacidade de condução.
Esta será a primeira aplicação comercial do grafeno e espera-se que as primeiras lâmpadas cheguem ao mercado ainda este ano, com preços competitivos face às rivais em LEDs.
As propriedades do grafeno tornam este material o ideal para a construção de baterias que se carregam mais rápido e para a criação de ecrãs flexíveis semelhantes ao e-paper. No entanto, ainda é bastante dispendioso produzi-lo em grandes quantidades.
 
 
EI


0 Comentarios to "Grafeno: primeira aplicação comercial pode ser uma lâmpada"

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Ads

Traffic Exchange with 1,114,000+ members

Pesquisar neste blogue

Ads

Traffic Exchange with 1,114,000+ members

Real-time Earth and Moon phase

Blog Archive

Rating Posts

Ads

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters