O que vem a seguir à "partícula de Deus"? Uma quantidade astronómica de energia

 

O maior acelerador de partículas do mundo, o LHC, vai voltar ao ativo e com o dobro da capacidade. Até ao final da primavera os investigadores do CERN esperam gerar 13 teraeletrões-volt de energia.

Vem aí a segunda fase de atividade do Grande Colisionador de Hadrões (LHC na sigla em inglês), aquele que é o maior acelerador de partículas do mundo. Depois de ter conseguido cumprir a sua primeira grande missão - encontrar o bosão de Higgs, também conhecida como "partícula de Deus" - seguem-se desafios de grande escala. 

De acordo com a informação revelada hoje, 12 de novembro, pelo Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN na sigla em inglês), o objetivo passa agora por conseguir produzir o bosão de Higgs com o dobro da massa, para que se possa analisar melhor o comportamento posterior à sua aparição. 

Para isso será necessário gerar duas vezes mais energia no LHC, o motivo que levou o "monstro" subterrâneo de 27 quilómetros a estar dois anos em manutenção. Até ao final desta primavera os cientistas esperam atingir os 13 teraeletrões-volt de energia (TeV). 

Este valor, apesar de parecer pequeno, é astronómico: são 1,60x10-19 joules, uma grande quantidade de energia libertada através do choque de partículas. O CERN publicou inclusive uma simulação do que espera conseguir quando atingir este estado da investigação: 



O LHC vai entrar em funcionamento ainda este mês, de acordo com os planos do CERN, e terá também como nova missão outras procurar partículas que estejam associadas aos primeiros tempos do universo. 

O detetor ALICE, por exemplo, terá à sua responsabilidade a tentativa de encontrar provas de existência do plasma de gluões e quarks, uma matéria que terá existido logo a seguir ao Big Bang e que conteria uma mistura de partículas que viajavam na sua maioria à velocidade da luz. 

Ainda esta semana o TeK tinha destacado um vídeo filmado por um drone e que mostrava uma perspetiva única sobre o detetor ALICE, um dos núcleos de análise do LHC. 

TeKSapo


0 Comentarios to "O que vem a seguir à "partícula de Deus"? Uma quantidade astronómica de energia"

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Pesquisar neste blogue

Blog Archive

Rating Posts

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters