O maior site português de “pirataria” fechou. Milhares de fãs pedem o regresso do Wareztuga.tv

Sem aviso prévio, o site fechou voluntariamente o serviço e inundou as redes sociais de mensagens de desgosto. Milhares de fãs dos filmes e séries do serviço de streaming querem o Wareztuga de volta.


A mensagem foi comunicada no site na sexta feira, dia 3 de julho, onde a equipa do site mostra orgulho de fechar o serviço por vontade própria e não por pressão das autoridades, como já tinha acontecido em 2012. Anunciando uma “nova viagem sem retorno”, tudo indica que este é o ponto final do Waretztuga.tv.
“Hoje, o wareztuga.tv chega ao fim. É uma decisão extremamente difícil para todos nós, mais do que a maioria poderá sequer imaginar, mas o nosso trabalho atingiu patamares de popularidade tão altos, que se tornou absolutamente impossível continuar a lutar e a gerir um projecto de tamanha dimensão. São 4 anos de luta, suor, dedicação e sacrifício que chegam agora ao fim, mas também de enorme prazer, satisfação e orgulho por tudo o que juntos conseguimos atingir. Partimos de consciência tranquila, pois alcançámos aquilo que sempre sonhámos: ser um exemplo, uma referência, uma estátua do que pode ser alcançado, quando a força de vontade é infinita.”, pode ler-se na página oficial.

O site tinha milhares de filmes, séries e animes, com legendas em português, uma base de dados que foi acumulando desde setembro de 2011, e que fez com que se tornasse um dos principais sites de “pirataria” em Portugal. O acesso gratuito, fácil e com um nível de desempenho que estava ao nível dos serviços pagos, o Waretztuga.tv foi crescendo em fãs e mesmo depois de ter fechado a atribuição de novos logins a sua popularidade não diminuiu, levando à criação de um “mercado negro” de troca de acessos.


 Segundo dados recolhidos pelo TeK junto da Marktest mostravam que o Wareztuga.tv liderava em em fevereiro a lista dos sites de acesso a filmes, tendo sido usado por 13,5% dos internautas que se ligaram à Internet a partir do continente, o que correspondia a 814 mil utilizadores, num total de pouco mais de 6 milhões de internautas. Os dados da Marktest, trabalhados a partir da informação apurada mensalmente pela empresa no Netpanel, também mostram que cada português utilizador do Wareztuga.tv passava quase 2 horas no site (1h43m).

As autoridades tentaram por várias vezes fechar o serviço, e foram feitas várias queixas, mas depois de uma interrupção em 2012, que terá sido motivada por uma queixa da ACAPOR, o site voltou ao ativo. Na altura a associação admitia que o site tinha mais de 150 mil utilizadores e 277 mil visitas num dia, números que naturalmente não são oficiais.

Estas situações são também referidas pela equipa do Wareztuga.tv na mensagem final, que relata ameaças das mais diversas entidades nacionais e internacionais, dificuldades técnicas, encerramento de servidores, bloqueios e eliminação de conteúdos. Pelo meio houve também ataques e roubo de passwords.
Este ano quem usa sites piratas para ver filmes já tinha sentido a baixa com o bloqueio do The Pirate Bay, embora os portugueses usassem sobretudo outras alternativas, mas o anúncio da chegada em setembro do Netflix já tinha feito com que se antecipasse a redução das plataformas ilegais.

Essa foi também uma especulação que ganhou raízes depois do anúncio do abandono do Wareztuga.tv, com vários internautas a alegarem que estes teriam sido abordados para desligarem o serviço pirata e que saiam “de bolsos cheios”.

O rumor terá levado mesmo um membro da equipa do Wareztuga.tv a fazer um novo comunicado onde garante que o Netflix não está envolvido no encerramento. “Achar que fomos beneficiados para colocar um ponto final neste projecto é de muito mau gosto e só demonstra que alguns andaram extremamente distraídos com o trabalho que foi feito no wareztuga por toda a sua equipa ao longo destes 4 anos. A situação tornou-se completamente insustentável como está bem explícito no comunicado. Tudo o resto não passa da imaginação de quem nunca pertenceu ao STAFF do wareztuga e só procura especular em torno desta situação”.

Tudo para trazer o Wareztuga de volta
O anúncio de 3 de julho deixou muitos fãs inconsoláveis e pelas redes sociais multiplicaram-se os lamentos. No Twitter e Facebook havia muito quem dissesse que as férias estavam estragadas, enquanto outros se atarefavam já à procura de alternativas.

Como é habitual surgiram rapidamente páginas, eventos e iniciativas para trazer o Wareztuga.tv de volta e já foi criada uma petição no Change.org que já conta com mais de 7 mil e quinhentas assinaturas
Outras iniciativas foram criadas, como o “Volta Wareztuga”  ou o “Je Suis Wareztuga”, e tudo indica que os internautas não estejam dispostos a admitir que este filme chegou ao fim.

TeK


0 Comentarios to "O maior site português de “pirataria” fechou. Milhares de fãs pedem o regresso do Wareztuga.tv"

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Ads

Traffic Exchange with 1,114,000+ members

Pesquisar neste blogue

Ads

Traffic Exchange with 1,114,000+ members

Real-time Earth and Moon phase

Blog Archive

Rating Posts

Ads

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters