Uso abusivo de gadgets pode agravar enxaquecas. Saiba como minimizar riscos

No mundo em que vivemos já não é possível viver sem estar sempre atento às notificações no telemóvel ou não levar o trabalho para casa. Se não pode evitar esta exposição aos equipamentos eletrónicos, pelo menos descubra o que pode fazer para evitar enxaquecas.


Uso abusivo de gadgets pode agravar enxaquecas. Saiba como minimizar riscos No mundo em que vivemos já não é possível viver sem estar sempre atento às notificações no telemóvel ou não levar o trabalho para casa. Se não pode evitar esta exposição aos equipamentos eletrónicos, pelo menos descubra o que pode fazer para evitar enxaquecas. Como se diagnostica uma enxaqueca? Pelo tempo que demora a passar e pela frequência com que aparece. Apesar de não existir cura, estão identificadas várias formas de a prevenir que só pedem algumas mudanças na sua vida quotidiana.

Uma das causas que contribuem para o aparecimento de enxaquecas é passar o dia a olhar para um ecrã, tanto do telemóvel como do desktop, algo que fazemos cada vez mais, como mostram os estudos que monitorizam a utilização de Internet. Em Portugal, por exemplo, durante o mês de maio passámos 110 milhões de horas na Internet, uma média de 19h35 por utilizador.

Outra precaução que deve ter é não estar sempre a olhar para baixo. Quando se olha para um dispositivo móvel ou quando está mal sentado na secretária do escritório esforça o pescoço. Para prevenir dores bastam medidas simples, como ajustar a cadeira que tem atrás da secretária ou o ecrã do computador, como aponta Audrey Halpern ao Mashable (http://mashable.com/2015/06/30/technology-migraines-headaches/), num artigo onde são resumidos um conjunto de conselhos úteis para minimizar os impactos físicos negativos da utilização por longas horas de dispositivos eletrónicos.

Outra causa frequente de enxaquecas, sublinha a mesma especialista, é a constante interrupção da concentração "que os dispositivos móveis nos trazem", ao mesmo tempo que reconhece ser "virtualmente impossível fugir do trabalho e do stress", pelo que qualquer medida para contrariar os seus efeitos terá sempre resultados parciais.

Mesmo assim a especialista recomenda que os utilizadores fixem uma hora para desligar os dispositivos, sugere as 20h, e junta à recomendação outras, como o ioga e a meditação.

Audrey Halpern sublinha ainda que estar perto da luz intensa do smartphone ou tablet antes de dormir é prejudicial e pode ter impacto no ciclo de sono, fazendo que se sinta cansado e mais stressado no dia seguinte.

A mesma médica aconselha por isso que os aparelhos eletrónicos fiquem fora do quarto e alerta: se não forem tratadas, as enxaquecas podem durar até 72 horas.

TeK


0 Comentarios to "Uso abusivo de gadgets pode agravar enxaquecas. Saiba como minimizar riscos "

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Ads

Traffic Exchange with 1,114,000+ members

Pesquisar neste blogue

Ads

Traffic Exchange with 1,114,000+ members

Real-time Earth and Moon phase

Blog Archive

Rating Posts

Ads

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters