Universidade de São Paulo testa táxi sem motorista

Chama-se CARINA e é um sistema de condução autónomo que a Universidade de São Paulo tem vindo a testar e que agora vai integrar num táxi que vai circular num dos seus campus, no interior de São Paulo.





O projeto é do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) e da Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo. Chama-se CARINA porque junta as iniciais de Carro Robótico Inteligente para Navegação Autónoma e será apresentado publicamente já no mês de outubro. 

A interação com o sistema de condução autónomo é feita através de uma aplicação que ainda está em desenvolvimento e que vai funcionar por comandos de voz. Em alternativa, o utilizador pode apontar no ecrã do computador instalado no carro para onde pretende dirigir-se, detalha o site IDG. 

O sistema funciona tirando partido de dois sensores instalados na parte da frente do veículo e de uma câmara com duas lentes, que fazem o mapeamento do trajeto, identificam obstáculos e interpretam a informação que está na estrada ou o número de faixas disponíveis. 

O CARINA está a ser testado desde 2013. Este vídeo foi filmado ainda nessa altura. A versão atual do projeto já conseguiu alguns avanços.

TeK


0 Comentarios to "Universidade de São Paulo testa táxi sem motorista"

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Pesquisar neste blogue

Real-time Earth and Moon phase

Blog Archive

Rating Posts

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters