IFA 2015: Huawei quer fazer magia no toque com o Mate S. E até pesa laranjas

Ainda antes da IFA começar a marca chinesa sacou dos galardões e mostrou o novo Mate, com um ecrã de 5,5 polegadas e um processador octa core. Mas a magia é feita no interface de toque, com novas funcionalidades e force touch.




A Huawei tem vindo a subir a pulso na escala dos maiores fabricantes de telemóveis e já conseguiu o terceiro lugar, que quer manter. Para isso a empresa está a reforçar a gama de smartphones de topo com um novo Huawei Mate S, onde a marca quer potenciar o poder do toque.
Com um corpo de metal, mas sem prescindir da elegância e da usabilidade, o Mate S é fino,mais do que o iPhone 6 + e o seu antecessor Mate 7, com a engenharia de redes e capacidade de fabrico a ver-se nos pormenores. O telefone traz ainda novidades a nível da leitura da impressão digital e da ativação com os nós dos dedos, que já tinha sido mostrada no Huawei P8.
Richard Yu, CEO da área de consumo, fez a mostra das novidades do smartphone na conferência em Berlim e foi desfiando as novidades e as características do Mate S. Com prioridade para o lado humano dos equipamentos, o Fingerprint Sense 2.0 aumenta em 100% a velocidade de reconhecimento de impressão digital, mas o leitor traseiro também serve agora para fazer slide nas fotografias, ou para atender uma chamada de forma mais rápida e conveniente. 
Para as selfies há também uma utilização, com o dedo a servir de ativador no sensor de impressão digital colocado por baixo da câmara fotográfica, uma funcionalidade que o responsável da Huawei fez questão de mostrar. Desenhar algumas letras no ecrã ativa também funcionalidades: C para Câmara, I para Internet, nada que não pudesse já ser ativado em modelos anteriores da marca. 
Mas é o Force Touch que faz a diferença, com uma diferenciação através da pressão que se coloca no ecrã a fazer efeitos diferenciados, uma tecnologia que os rumores indicam que será usada pela Apple nos seus próximos modelos do iPhone e que já está presente no Apple Watch. 
E para que mais serve este Force Touch? Para que o telemóvel se transforme em balança, claro...
O design compacto faz com que o phablet da Huawei seja menor do que o modelo anterior, o Mate 7, e apesar das 5,5 polegadas, as mesmas do iPhone 6 Plus, acaba por ser mais fácil de segurar, reduzindo a "moldura" à volta do ecrã e a espessura total do equipamento.
A Huawei não deixou também de fora algumas das  funcionalidades mais apreciadas: o carregamento rápido, em duas horas, e a proteção adicional face a "molhas", mas não imersão em água. De notar ainda as melhorias na câmara, que continua a ser um ponto central, com um sensor de 13 megapixels, melhor qualidade em situações de pouca luz e um modo de fotografia mais "profissional".
O vídeo abaixo revela algumas das funcionalidades.
O telemóvel chega a Portugal na primeira semana de outubro e vai custar 699 euros, mas na versão standard que não tem Force Touch. Esta funcionalidade só vai estar disponível na versão de 128 GB, cujo preço será revelado mais tarde, assim como a data de comercialização. 
No mesmo evento a Huawei revelou ainda o G8, que foi apresentado como "o topo de gama acessível" e a data de comercialização do smartwatch. O G8 vai custar 499 euros em Portugal e só estará à venda no final de outubro, mas o Huawei Watch chega mais cedo.
TeK


0 Comentarios to "IFA 2015: Huawei quer fazer magia no toque com o Mate S. E até pesa laranjas"

Since 2005

Translate

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total Views

Ads

Traffic Exchange with 1,114,000+ members

Pesquisar neste blogue

Ads

Traffic Exchange with 1,114,000+ members

Real-time Earth and Moon phase

Blog Archive

Rating Posts

Ads

Copyright

Creative Commons License
Web hosting for webmasters